Músicas Sertanejas Antigas/Raiz – O que você deve escutar ainda em 2020!

O universo musical é amplo e está em constante mudança, afinal, é preciso se adaptar aos novos tempos, as tendências que chegam de todos os lugares do mundo e, claro, ao ritmo e estilo de vida da sociedade que se altera em um piscar de olhos.

Porém, a música em sua essência não morre ou não fica no passado, quando uma composição tem qualidade de letra e melodia e consegue sintetizar a essência de um povo, uma cultura e região, ela se eterniza e sobrevive a todas as mudanças comportamentais.

A música sertaneja de raiz é um bom exemplo disso, ela é resistente, autêntica e até melancólica por nos trazer à realidade um Brasil de outrora ou de um Brasil do interior que leva a vida com simplicidade e sabedoria.

Hoje, nós vivemos um verdadeiro “boom” daquilo que chamamos de “sertanejo universitário” ou mesmo “pop sertanejo”, com dezenas de duplas pipocando hits nas rádios e programas de TV.

Por isso, muitas pessoas desconhecem ou, simplesmente, esqueceram as boas modas de viola que fomentam e trazem luz ao sertanejo de raiz. Para mostrar que o modão ainda está em alta e os clássicos mais vivos do que nunca, vamos te apresentar as músicas que você precisa ouvir e conhecer em 2020!

Músicas sertanejas raiz – Conheça o que você precisa escutar ainda em 2020!

Primeiro precisamos apresentar a vocês os grandes nomes do sertanejo raiz, os primeiros a fazerem sucesso Brasil a fora e que emplacaram canções que hoje são consideradas verdadeiros clássicos, vamos aos estrelas desse gênero musical e suas canções inesquecíveis!

1 – Tonico & Tinoco

Uma das duplas mais queridas e lembradas quando o assunto é “sertanejo raíz”, Tonico e Tinoco em seus 60 anos de carreira tiveram mais de 1000 gravações, 83 discos e mais de 150 milhões de álbuns vendidos. Figuraram a lista de recordistas mundiais de venda de discos e são sem sombra de dúvida os nomes mais significativos do estilo no país.

Tonico & Tinoco – Tristeza do Jeca

2 – Irmãs Galvão

Se você pensa que o “feminejo” é algo recente e pioneiro, saiba que muito antes de Maiara e Maraisa e Simone e Simaria, Mary e Marilene Galvão, as Irmãs Galvão, figuraram as paradas de sucesso do sertanejo no país. Com mais de 300 músicas gravadas elas venceram o preconceito, abriram portas e conquistaram o Brasil com talento e muita música boa.

Irmãs Galvão – Beijinho Doce

3 – Chitãozinho e Xororó – no começo da carreira eles apresentavam canções consideradas “raiz”;

Talvez os nomes mais conhecidos pelos jovens, Chitãozinho e Xororó iniciaram sua carreira musical cantando modas de viola caipira pelo Brasil. Eles têm hoje uma das carreiras mais sólidas e lineares do mundo musical e estão sempre apresentando ao seu público novidades em seu repertório, mas sem esquecer as raízes.

Chitãozinho & Xororó – Evidências

4 – Milionário & Zé Rico

Com mais de 40 anos de carreira e 35 milhões de discos vendidos as “Gargantas de ouro de Brasil” são figuras cativas em todas as listas que trazem os grandes nomes do sertanejo modão do país. Simpáticos e com um carisma inegável os amigos viram sua história e carreira mudar após o sucesso da música “Estrada da Vida” ganhar o país.

Milionário & Zé Rico – Estrada da Vida

5 – Sérgio Reis

Sérgio Reis iniciou sua carreira musical na Jovem Guarda, alcançando fama nacional e emplacando o sucesso “Coração de Papel” que chegou até mesmo ser trilha de novela. Porém, quase 10 anos depois esse paulistano decidiu investir no estilo musical pelo qual seu coração batia mais forte: a moda caipira. E não demorou para lançar vários sucessos que até hoje são lembrados por diversas gerações.

Sérgio Reis – Menino da Porteira

Inezita Barroso

Nascida e criada em uma família tradicional e com boas condições financeiras na época, Inezita Barroso desde pequena foi apaixonada por música e pela cultura brasileira. Sua paixão virou profissão e ela é considerada um dos mais importantes e pioneiros nomes da música caipira brasileira.

Inezita Barroso – Pezinho

6 – Trio Parada Dura

Com uma dose de irreverência e bom humor o Trio Parada Dura foi um grande sucesso popular e suas canções até hoje são reverenciadas pelos fãs do gênero e também pelas novas gerações de cantores sertanejos. Eles fugiam um pouco do estilo romântico ou melancólico dos colegas acima e, por isso, conquistou corações e uma legião de fã.

Trio Parada Dura – As andorinhas

Novos talentos – velhas canções!

Na contramão do sertanejo pop que vem arrastando multidões e fazendo milhões de reais girarem no hall musical, alguns novatos na área decidiram por reverenciar a música caipira, trazendo regravações de clássicos e compondo ao melhor estilo “modão do interior”, como no caso de Michel Teló que apesar de ter estourado no Brasil cantando o autêntico sertanejo universitário, nos últimos anos vêm se dedicando a resgatar as canções da raiz sertaneja.

Teló usa sua enorme influência e alcance para promover a cultura caipira e exaltar grandes nomes do estilo musical que deu origem a todas as atuais vertentes do sertanejo moderno. Outros que estão seguindo esse mesmo caminho são as duplas Matheus e Kauan e César Menotti e Fabiano.

E, então, curtiu conhecer um pouco mais sobre o sertanejo de raiz? Gostou de algum clássico em especial? Deixe seu comentário e conte um “causo” que tem um sertanejo antigo como trilha sonora! Até a próxima!

 

Deixe seu Comentário

WebGo Content